Workshop promovido pela AGR dissemina conhecimento sobre drenagem

O workshop promovido pela AGR nesta sexta-feira (12) sobre a aplicação da Lei 5.259/2020 para a utilização da drenagem urbana em novos empreendimentos foi um grande sucesso. Os profissionais presentes ouviram atentamente o engenheiro civil Luis Beduschi, de Blumenau, consultor especializado em drenagem e manejo de águas pluviais urbanas, e também puderam sanar suas dúvidas.

Um evento muito necessário e produtivo. A lei municipal dispõe sobre a regulamentação do controle de impactos relacionados com a drenagem urbana e ainda há muitas dificuldades sobre o assunto.

Workshop sobre a aplicação da Lei 5.259/2020 é nesta sexta-feira (12)

O workshop sobre a aplicação da Lei 5.259/2020 para a utilização da drenagem urbana em novos empreendimentos, organizado pela AGR Tubarão para auxiliar os profissionais, é nesta sexta-feira (12), na Acit, das 8h30 às 12 horas.

A lei municipal dispõe sobre a regulamentação do controle de impactos relacionados com a drenagem urbana. O treinamento será ministrado pelo engenheiro civil Luis Beduschi, consultor especializado em drenagem e manejo de águas pluviais urbanas.

Beduschi trabalhou no projeto GIDES (cooperação Brasil-Japão) na área de planejamento urbano e prevenção de desastres. Atualmente, trabalha no Laboratório de técnicas compensatórias em drenagem urbana sustentável na UFSC, redige doutorado sobre a padronização das políticas públicas municipais de manejo de águas pluviais, e é coordenador do cadastro das redes de drenagem em Blumenau.

Pode faltar água no bairro Oficinas novamente nesta quarta-feira (10)

Em função da implementação da rede coletora de esgoto na rua Cyro Malaquias da Silva, as residências desta via, localizada no bairro Oficinas, podem ficar com o abastecimento da rede de água comprometido até as 18 horas desta quarta-feira (10).

Existe a possibilidade de alteração na coloraçãos da água. Por isso, a orientação é que os consumidores fechem os registros dos cavaletes e reabram a partir das 19 horas.

Bairro Oficinas pode ter falta de água até o fim da tarde desta terça-feira (9)

Em função da implementação da rede coletora de esgoto nas rua Cyro Malaquias da Silva, algumas unidades do bairro Oficinas podem ficar com o abastecimento de água comprometido até as 18 horas desta terça-feira (9).

Existe também a possibilidade de alteração na coloração da água até o término dos trabalhos. O indicado é que os moradores da região mantenham fechados os registros dos cavaletes até as 19 horas.

AGR promove workshop sobre a aplicação da Lei 5.259/2020

Visando auxiliar os profissionais sobre a aplicação da Lei 5.259/2020 para a utilização da drenagem urbana em novos empreendimentos, a AGR Tubarão promove no dia 12 de abril um workshop sobre o assunto, na Acit, das 8h30 às 12 horas, com entrada gratuita.

A lei municipal dispõe sobre a regulamentação do controle de impactos relacionados com a drenagem urbana. O treinamento será ministrado pelo engenheiro civil Luis Beduschi, consultor especializado em drenagem e manejo de águas pluviais urbanas.

Beduschi trabalhou no projeto GIDES (cooperação Brasil-Japão) na área de planejamento urbano e prevenção de desastres. Atualmente, trabalha no Laboratório de técnicas compensatórias em drenagem urbana sustentável na UFSC, redige doutorado sobre a padronização das políticas públicas municipais de manejo de águas pluviais, e é coordenador do cadastro das redes de drenagem em Blumenau.
Para participar, basta preencher o formulário no seguinte link:
https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLScCIhmKbDacFAymijbRkSMbtLpF5n3iiajr7rvYf1it5S-TUw/viewform

Seminário marca 50 anos da Enchente de 1974

O XV Seminário da Enchente de 1974 relembrou os 50 anos da tragédia nesta segunda-feira (25), na sede da Amurel. A equipe da AGR participou junto com outras entidades, autoridades e sociedade civil organizada.

O apelo pela necessidade da redragagem do Rio Tubarão como ação preventiva foi a principal pauta do evento. Foram citadas ainda a necessidade de campanhas de conscientização de recomposição de matas ciliares, áreas de preservação permanentes, recuperação e proteção de nascentes; a determinação que todas as novas estruturas respeitem as alturas e volumes das cheias já ocorridas; o incentivo à recuperação e manutenção de áreas degradadas; a realização de campanhas de conscientização para a correta destinação dos resíduos sólidos e esgotos; entre outras.

A redragagem é uma obra completa e cara. O projeto foi elaborado há mais de dez anos e precisa de atualização.

Plano de Contingência Municipal atualizado é apresentado em audiência pública

Agora atualizado, o Plano de Contingência Municipal de Proteção e Defesa Civil de Tubarão foi apresentado em audiência pública nesta sexta-feira (22). Os próximos passos são a sanção do prefeito Jairo Cascaes e a realização de simulados de cenário de risco.

O plano atualizado concentra informações importantes, que vão desde a indicação dos membros e as responsabilidades de cada órgão na gestão de desastres, definição dos sistemas de alerta e de atendimento emergencial à população, rotas de deslocamento e pontos seguros no momento do desastre, bem como a localização de abrigos e centros de recebimento de doações e suprimentos.

A atualização foi providenciada pelo Grupo de Ações Coordenadas (GRAC), o qual a AGR faz parte.

Funat e AGR lançam projeto de monitoramento da qualidade das águas de rios de Tubarão

No Dia Mundial da Água, celebrado nesta sexta-feira (22), a Fundação do Meio Ambiente de Tubarão e a Agência Reguladora de Saneamento (AGR) lançam um projeto de monitoramento da qualidade das águas de nove rios do município. A iniciativa terá duração de 12 meses.

Tubarão tem históricos problemas relacionados aos mananciais, poluição das águas, destruição de nascentes e desmatamentos nas matas ciliares. "Essas situações contribuem para a perda da qualidade da água, o que, além dos danos ambientais, contribui para o aparecimento de determinadas doenças transmitidas pelas águas", destaca o diretor-presidente da Funat, Júlio César Ângelo Rodrigues.

"A implantação deste projeto contribuirá para o conhecimento das reais condições dos principais recursos hídricos da nossa cidade, tornando-se uma importante ferramenta para a tomada de decisões e ações que busquem conservar ou recuperar os mananciais existentes no município", acrescenta a Superintendente Geral interina da AGR, Madelo Peters, e lembra que a agência já realiza periodicamente análises de água e esgoto para acompanhar os serviços da concessionária.

Serão analisados Coliformes Totais, DBO, Fosfato, Nitrato, OD, PH, STD, Temperatura, Turbidez, Cadmio, Chumbo, Cobre, Cromo, Ferro, Manganês, Mercúrio, Níquel, Zinco. Os mananciais em que o projeto será desenvolvido são o Rio Tubarão, Rio do Pouso, Rio Caruru, Rio Capivari, Rio dos Corrêas, Rio Ilhota, Rio da Madre, Rio Pinheiros e Córrego do Mesquita.

Seis bairros podem ter falta de água nesta quarta-feira (13)

Em função de um vazamento na rede de água da Rua Germano Siebert, identificado pela equipe de perdas da concessionária, as unidades dos bairros Campestre, Madre, Passo do Gado, Praia Redonda, Santa Luzia e São Clemente podem ficar com o abastecimento comprometido até as 16 horas desta terça-feira (12). A equipe técnica trabalha para consertar a rede.

Como existe a possibilidade de alteração na coloração da água, a orientação é que os consumidores desta região fechem os registros dos cavaletes e reabram somente a partir das 17 horas.

Concessionária inicia recuperação de vias quatro meses após notificação da AGR

Quatro meses após notificação da Agência Reguladora de Saneamento de Tubarão para que fosse feita a recuperação de vias que apresentaram rebaixo ou buracos posteriormente à implantação da rede coletora de esgoto, a concessionária iniciou as obras nesta quarta-feira (6). O cronograma foi apresentado em dezembro, porém, a Tubarão Saneamento solicitou quatro meses para a realização dos trabalhos e, após vistorias e reuniões, informou que iniciaria os reparos no início de fevereiro.

A agência apontou 28 ruas a receberem repavimentação e os trabalhos serão divididos por bacias. Em documento enviado no mês passado, a empresa confirmou que o intuito é amenizar os impactos quanto às condições atuais de algumas vias públicas.

"A notificação é o último passo antes de multar a concessionária. Esperamos que estas obras de recuperação resolvam completamente os problemas de trafegabilidade que tanto têm incomodado os tubaronenses e visitantes", destaca a Superintendente Geral interina da AGR, Madelon Peters.

Segundo a concessionária, serão aplicados R$ 300 mil nas correções. Para a execução das obras, haverá interferência no trânsito em algumas vias.

 

Vias que serão recuperadas:

 

  • Rua Aldo Hulse
  • Rua Aldomar Cardoso
  • Rua Altamiro Guimarães
  • Rua Câmara Júnior
  • Rua Canadá
  • Rua Cândido César Freire Leão
  • Rua Conselheiro Mafra
  • Rua Dr. Otto Feuerschuette
  • Rua Dr. Rodovalho
  • Estrada Geral Da Madre
  • Rua João Adolfo Corrêa
  • Rua João Pessoa
  • Rua Lauro Muller
  • Rua Manaus
  • Avenida Marcolino Martins Cabral
  • Avenida Marechal Deodoro
  • Rua Miguel Inácio Faraco
  • Rua México
  • Rua Natal
  • Avenida Pedro Zapelini
  • Rua Porto Alegre
  • Rua Prudente De Morais
  • Rua Recife
  • Rua Rui Barbosa
  • Rua São Luís
  • Rua Tubalcain Faraco
  • Rua Uruguai
  • Rua Vidal Ramos